Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Cochos de cortiça

por Júlia, em 03.09.15

cochos.jpgObjecto que me é muito familiar e com o qual muitas vezes bebi água. Agora é uma peça de artesanato que se vê em lugares onde apararecem muitos turistas. Estes foram visto em Évora.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:08

Potes

por Júlia, em 02.06.13

 

 

Olaria de Flor da Rosa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:06

Cornas

por Júlia, em 24.01.11

 

 

Num tempo em que os recipientes ainda não eram feitos de plástico, todos os materiais naturais tinham de ser aproveitados. Os cornos dos bois e das vacas eram utilizados para vários fins. Neste caso, para fazer cornas, com uma tampa metálica, que eram usadas pelos trabalhadores do campo para transportar as azeitonas, elemento importante na alimentação desses tempos, para acompanhar as refeições ou, simplesmente, para comer com pão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:19

Cadeiras alentejanas

por Júlia, em 11.03.10

 

Tenho recebido algumas mensagens a pedir-me o endereço do fabricante destas cadeiras.

O fabricante é o senhor José Manuel Vicente e o respetivo contato encontra-se nos comentários.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:32

Artesanato de madeira e cortiça

por Júlia, em 17.10.07

O senhor Júlio Trindade é um artesão de Campo Maior que descobri numa feira em Espanha, na pequena localidade de Villar del Rey, a Norte de Badajoz. Trabalha em madeira e em cortiça.

 

  

 

Colher e garfos com os cabos trabalhados. Cada um dos conjuntos que são apresentados na foto da direita, são feitos a partir de um único pedaço de madeira. Os cabos têm finos desenhos esculpidos.

 

 

As miniaturas que não resisti a comprar. Cada conjunto é feito também a partir de um único pedaço de madeira. Gostei particularmente das bolotas.

 

 

Os tarros de cortiça, antecessores das modernas caixas isotérmicas. Serviam para transportar a comida que se mantinha quente até à hora das refeições.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32

Galinhas e recipientes de barro

por Júlia, em 18.09.07

A D. Emília Castanho faz pintura de figuras como as galinhas que fotografei. Mas também vende utensílios de barro utilitários, bonitos para serem usados na cozinha e na mesa.

Muito simpática, conheci-a na Feira Nacional de Olivicultura, onde tinha uma pequena mostra do que se pode encontrar na sua loja no Mercado Municipal de Portalegre.

 

Galinha divertida

 

 

Galinha à beira de um trambolhão para chegar ao milho. Quem a mandou empoleirar-se no banco de cortiça?

 

 Alguidares de barro com decoração tradicional.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02

Azeite - Recipientes tradicionais

por Júlia, em 16.09.07

Em casa, o azeite era guardado em recipientes próprios. Depois de comprado no lagar, o pote ou a bilha serviam para o armazenar. Daí era despejado para recipientes mais pequenos para a utilização no dia-a-dia.

 

Pote e bilha de lata para armazenar azeite

 

Uma almotolia

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:17

Artesanato de barro

por Júlia, em 10.09.07

No passado fim-de-semana realizou-se, em Campo Maior, a VIII Feira Nacional da Olivicultura. Este concelho, juntamente com o de Elvas, constituem uma das importantes regiões de cultura da oliveira e de produção de azeitona, com especial destaque para a destinada a conserva.

A travessa comemorativa do evento foi feita por artesãos da vila (Lavadinho & Espada, Lda) que também estavam num stand a exibir e vender os seus produtos.

Fica aqui o registo de algumas das suas peças.

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58

Feira de Agosto (II)

por Júlia, em 18.08.07

Também há à venda alguns produtos artesanais, mas muito poucos. Nesta feira, apenas estes feitos em madeira de castanheiro, pelo cunhado do sr. Francisco Esperancinha que veio de Ribeira de Nisa* para os vender.

 

 Varas para varejar as oliveiras e escadas também utilizadas na colheita da azeitona. Segundo informação do sr. Esperancinha, são sobretudo os espanhóis que compram as varas.

 

Cestos que, tradicionalmente, as mulheres utilizavam para ir pondo a azeitona que apanhavam do chão. Depois era despejada em cestos maiores e transportada para o lagar.

 

Ceirão para bicicleta ou motociclo. São muito usados em Ponte de Sor.

 

* Ribeira de Nisa é uma povoação a norte de Portalegre, nas margens do Parque Natural da Serra de S. Mamede.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:50

Cadeiras alentejanas

por Júlia, em 03.08.07

 

Cadeiras decoradas à maneira alentejana, à venda numa rua do Redondo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D