Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Janela

por Júlia, em 01.02.10

 

Janela que já foi porta, enquadrada por cantaria em granito e com vasos de plantas no parapeito.  De notar que a placa com o número de polícia se mantém por cima da porta que se transformou em janela.

Em Arronches, Janeiro de 2010.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:15

Porta

por Júlia, em 28.01.10

Porta antiga de uma casa de Arronches

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:34

Porta

por Júlia, em 24.01.10

Porta de uma casa, em Arronches

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:32

Rio Caia

por Júlia, em 22.01.10

O Rio Caia e a Ponte do Crato em Arronches.

 

Mais a jusante, no Baldio, o rio espraia-se e corre rápido na área onde começa a albufeira. Aqui foi construída uma nova ponte e é um dos pontos de observação de garças.

 

No Baldio, ao lado da nova está a antiga ponte, onde pode ver-se o que terá sido o leito natural do rio.

 

17 de Janeiro de 2010

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:36

Portas e janelas de Arronches

por Júlia, em 14.12.07

       

 Porta ogivais, testemunho do período medieval.

 

 Janela dupla com sacada

 A beleza da simplicidade e o gosto pelas plantas

 

Isto não é uma janela, mas uma abertura na fachada da Santa Casa da Misericórdia onde se encaixava a roda dos expostos e que servia para a deposição das crianças enjeitadas. Provavelmente a roda seria como esta que estava exposta, em Março,  como peça do mês quando visitei o Museu de Olivença.

 

 Roda dos expostos do Museu de Olivença

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19

Torres de Arronches

por Júlia, em 12.12.07

A vila de Arronches situa-se numa elevação. Quando nos aproximamos da vila, destacam-se os vértices das torres sineiras de três edifícios muito próximos: a Igreja Matriz, os Paços do Concelho e a Santa Casa da Misericórdia. Ver aqui.

 

Torre da Igreja Matriz. A igreja actual foi construída no século XVI e classificada Monumento Nacional em 1922.

  

                 

  A torre dos Paços do Concelho e a torre da Igreja da Misericórdia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:52

Casas de Arronches

por Júlia, em 26.11.07

Há lugares onde retornamos e que nos surpreendem com novas descobertas. Há pormenores que nos escaparam da anterior visita e que agora constituem uma novidade. São novas perspectivas que nos surgem de acordo com o vagar com que percorremos as ruas e praças.

Arronches é uma vila que tenho vistado com alguma frequência. Neste dia, a visita foi mais demorada e pude observar com mais cuidado alguns aspectos da vila.

Estou certa de que, quando lá voltar, irei descobrir mais centros de interesse.

 

 

Espreitando a rua através do arco

 

Torre medieval e Casa da Cadeia

 

Casa  de Arronches

 

Edifício do cineteatro, em avançado estado  de degradação.

Nota: a informação que aqui deixei sobre este edífício está errada: segundo esclarecimento de um comentador anónimo, trata-se da Igreja do Espírito Santo e foi restaurada depois que visitei Arronches.

 

Telhado e para lá dele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03

Fontes de Arronches

por Júlia, em 18.11.07

Fontes localizadas no casco urbano da vila de Arronches, todas construídas em mármore. Fora da vila, destaca-se a Fonte do Vassalo.

 

Fonte de Elvas, datada de 1725

 

       

Fonte de Norton  e Fonte de Neptuno

 

 

Carranca da fonte de Norton

 

Carranca da fonte de Neptuno

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:02

Esperança

por Júlia, em 07.11.07

Saímos de Mosteiros em direcção a Esperança.

Esperança é uma aldeia sede de freguesia com o mesmo nome que pertence ao concelho de Arronches. Nela se destaca a Igreja de Nossa Senhora da Esperança, cuja construção data do século XVII.

As casas mais antigas apresentam as características da arquitecuta popular alentejana. Nalgumas de construção mais recente há uma nota original: possuem placas evocativas da data de construção e o nome dos proprietários.

Neste domingo havia grande movimento na aldeia. Realizava-se um mercado que atraía gente de fora, vendo-se, inclusivamente, muitos automóveis com matrícula espanhola.

 

A Igreja de Nossa Senhora da Esperança num largo onde se observam casas baixas, de arquitectura tradicional. A torre domina a aldeia e destaca-se, na frontaria, encimando o portal e a janela, um delicado e gracioso relevo decorativo, pintado a amarelo.

 

 Casas tradicionais situadas no largo da Igreja. Destacam-se pelas grandes chaminés e pela ausência de janelas. As paredes cegas só são interrompidas pela abertura das portas.

 

 Casas tradicionais recuperadas recentemente, localizadas ao longo da estrada que ladeia a igreja. Nas fachadas já existem janelas e há um forte sublinhado no contorno colorido que rodeia as aberturas e os limites das casas.

 

As portas e janelas de algumas casas são rodeadas na parte superior com relevos pintados, como é o caso desta porta.

 

Uma porta metálica, moderna, com elementos decorativos sublinhando  a parte superior da abertura.

 

Na estrada que conduz a Hortas de Baixo, junto às últimas casas do aglomerado, há um terreno onde se encontram estes belos exemplares de sobreiros (Quercus suber L.) . Foram descortiçados este ano.  Como a aldeia está integrada no Parque Natural da Serra de S. Mamede, suponho que serão árvores referenciadas e protegidas.

 

Fotos: 28 de Outubro de 2007

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55

Mosteiros

por Júlia, em 05.11.07

Depois da Nave Fria, chegámos a uma pequena aldeia chamada Mosteiros, sede da freguesia com o mesmo nome e que pertence ao concelho de Arronches. Fica situada junto à Ribeira de Arronches.

 

Antes de se entrar na povoação, existe um açude na Ribeira de Arronches e as margens foram arranjadas para criar uma área de lazer para a população.

 

A escola do 1º ciclo do ensino básico, onde foram concretizadas experiências pedagógicas importantes pela Escola Superior de Educação de Portalegre. O edifício do plano dos centenários está irrepreensivelmente cuidado e foi ampliado recentemente.

Não reparei no catavento da escola que, felizmente, já foi fotografado. É semelhante ao de muitas outras escolas alentejanas, mas tem a particularidade de ter sido pintado com várias cores.

 

Fotos: 28 de Outubro de 2007

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:04


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D