Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Represa

Nas minhas travessias do Alentejo, vou reparando em placas que nos chamam a atenção e que suscitam o desejo de visitar alguns lugares. Numa destas viagens, na estrada entre Arraiolos e Montemor-o-Novo, não resistimos ao apelo das placas que indicavam as seguintes localizações: Menires da Pedra Longa e Represa. Decidimos que, desta vez é que iríamos ver os menires. Usando uma expressão que acho muito curiosa, utilizada num guia da Região de Turismo de S. Mamede para caracterizar algumas estradas da região, tomamos a "estreita fita de alcatrão" que nos devia conduzir aos referidos menires.

De cada lado da estrada, as cercas limitam as propriedades e passámos pela entrada de uma herdade chamada da Pedra Longa, mas que tinha o portão fechado. Continuámos o caminho na esperança de ver finalmente uma indicação para os menires. No fim da estrada apareceu-nos um sinal de sentido proibido e a indicação de que, a partir dali, nos encontrávamos em propriedade privada. Tínhamos chegado a Represa, uma pequena aldeia. Para não infringir a indicação, fui a pé ter com uma senhora que estendia roupa junto de uma das casas. Disse-me então que o menir da Pedra Longa só podia ser visitado quando o portão da herdade estava aberto. Parece-me inacreditável que, na placa que existe na estrada principal, não haja uma indicação avisando que o monumento megalítico se encontra em propriedade privada, estando, por isso, condicionado o acesso ao mesmo.

Para não perder completamente os passos dados, pedi para dar uma volta pelo lugar. No início, e isolado do resto do aglomerado, destaca-se logo o edifício da antiga escola primária.

 

 

 A cancela de entrada na escola ainda se encontra no lugar, mas a vedação já não existe. Atrás do edifício podem ver-se as casas da antiga aldeia. Um elemento me chamou desde logo a atenção: no espelho das aldrabas da porta destaca-se a cruz de Santiago de Espada.

 

 No pequeno aglomerado surge o perfil imponente da Igreja de Nossa Senhora da Purificação de Represa que, segundo informação que recolhi, a sua construção data dos séculos XVI-XVIII . A  porta principal é antecedida de um nartex abobadado.

 

 Na fachada das traseiras da igreja encontra-se este curioso elemento em relevo. Tal como na escola primária, aparece desenhada a cruz de Santiago de Espada.

 

 De dentro do nartex , vista para um campo cultivado de tremoço que se encontrava cheio de flores e, um pouco mais além, o montado.

 

 

Em frente da igreja, um cruzeiro e os campos a perder de vista.

 

Nota: mais fotos da igreja e informação sobre a mesma no blogue Pedra da Manteiga.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:42
link do post | comentar | favorito
partilhar
2 comentários:
De estreladosul a 12 de Abril de 2008 às 00:22
"Nenhum caminho é longo demais
quando um amigo nos acompanha"

Um optimo fim de semana

Abraço amigo

Mario Rodrigues
De Júlia a 12 de Abril de 2008 às 11:01
E sempre se podem descobrir coisas interessantes.
Abraço
Júlia

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Lixo

. Rua e telhados

. Rosa

. Na albufeira do Caia

. Orquídeas e camélias...

. Março

. Dia da poesia

. Flores

. Rua de Barbacena

. Laranjas e limões

. Mercado mensal

. Olival

. Noite de Natal

. Medronheiro

. Chuva

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. segundo

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Olá amiga, tudo bem convosco, gostei de ver seus m...
pregunto a quem souber não será nos arredores...
Nos últimos anos muito mudou no que respeita às ár...
Vivi em Campo Maior entre 1948 e 1954 (entre os 4 ...
No mês de Novembro visitei o interior desta fortal...
Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds