Segunda-feira, 31 de Março de 2008

Campo Maior. Portas antigas

Porta com duas meias portas, semelhante à que fotografei em Elvas. No entanto, está melhor conservada e o modo como está pintada permite bem distinguir a parte superior da inferior. De notar a delicadeza do pano bordado que serve de cortina.

 

             

       

Porta assimétrica, com um painel fixo e outro onde se encaixa a porta propriamente dita e um postigo na parte superior, protegido por uma elaborada grade de ferro forjado.

 

          

 

Pormenor da grade de protecção do postigo da porta. Repare-se no pormenor da roseta e do espigão.

 

        

 

Outra porta com dois postigos protegidos por grades de ferro forjado com roseta no meio.

 

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 11:32
link do post | comentar | favorito
partilhar
7 comentários:
De paredes cardoso a 31 de Março de 2008 às 19:18
Olá Júlia,
Admirável a protecção em ferro com roseta e espigão.
Na minha região nunca observei algo semelhante.
Bastante singular.

Um abraço
De Júlia a 1 de Abril de 2008 às 10:57
Olá Ana, também não conheço estas protecções noutras terras. Suponho que tem a ver com a quantidade de oficinas de ferreiro que existiram em Campo Maior até meados do século XX. A última oficina fechou há relativamente pouco tempo. Muito do trabalho em ferro forjado que se vê ainda por aqui é de produção local.
Um abraço
De estreladosul a 1 de Abril de 2008 às 01:40



A 1ª eu conheço, uma tipica porta alentejana.

Lembrar dos amigos
não se torna um compromisso
mas um impulso que não
coseguimos controlar.

Uma optima semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De Júlia a 1 de Abril de 2008 às 11:01
Olá Mário,
A 1ª porta era bastante vulgar por estas terras, mas está a desaparecer, substituída por portas modernas, geralmente feitas em alumínio.
As outras são muito características aqui da terra.

Agradeço a visita e as suas sempre amigas e poéticas palavras. O seu blogue continua lindo.
Bj
Júlia
De Rosa Guerreiro Dias a 8 de Abril de 2008 às 16:34
Fico feliz por ver que o meu povo, povo de Campo Maior, mantém em bom estado as formosas portas antigas, tratando-as, fazendo sua manutenção, os batentes, os puxadores e até algumas aldrabas, vestigios de tempos idos.
Parabens Campo Maior.
Abraço da amiga Rosa Dias
De Três da Madrugada a 19 de Agosto de 2008 às 11:20
Boas queria convida-lo a passar no novo Blog sobre Campo Maior www.meucampomaior.blogspot.com , poderíamos fazer uma parceria, eu divulgaria o seu Blog e você o meu. que diz?
Sei que este não é o local indicado, para uma proposta desta índole, porém não arranjei outra forma de o fazer, desde já as minhas desculpas.


Quando ao Post, está bem conseguído, muitos detalhes passam-nos ao lado. Repare no centro da vila, nas partes mais altas das casas, vai achar detalhes simplesmente geniais.

Cumprimentos
De Júlia a 19 de Agosto de 2008 às 18:06
Agradeço a informação sobre o seu blogue. Acabei de o visitar e vejo que tem intenção de discutir os problemas da terra, o que é de louvar.
No entanto, como deve ter verificado, este meu blogue não é sobre Campo Maior, mas sobre as terras do Alentejo que vou visitando e fotografando. Campo Maior é apenas uma delas.
Nunca tive intenção de fazer um blogue sobre a vila porque depressa se esgotaria e não tenho intenção de entrar no comentário do que cá se passa, tema que me interessa muito pouco ou mesmo nada.
Cumprimentos

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Orquídeas e camélias...

. Março

. Dia da poesia

. Flores

. Rua de Barbacena

. Laranjas e limões

. Mercado mensal

. Olival

. Noite de Natal

. Medronheiro

. Chuva

. Oliveiras

. Outono no rio

. Outono

. Bancos

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. segundo

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

pregunto a quem souber não será nos arredores...
Nos últimos anos muito mudou no que respeita às ár...
Vivi em Campo Maior entre 1948 e 1954 (entre os 4 ...
No mês de Novembro visitei o interior desta fortal...
Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds