Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ruínas. Casa e choça

por Júlia, em 29.02.08

Nos campos do Alentejo vêem-se muitas casas isoladas, abandonadas e em ruínas. A mecanização da agricultura e a facilidade na deslocação das pessoas, tornou desnecessários estes lugares que pontuavam a paisagem. As pessoas que os habitavam foram-se fixando nas vilas e cidades mais próximas. 

Há um certo fascínio nestes processos. Por um lado, é triste ver que o tempo vai destruindo o que o homem construíu, por vezes com enorme esforço e sacrifício; mas, por outro lado, é a Natureza a apropriar-se dos elementos que o homem dela retirou.  A chuva, o vento e a vegetação irão fechar o ciclo, retornando à terra o que é da terra.

 

 

Casa isolada, de aspecto muito pobre, tendo ao lado uma choça. Está situada no concelho de Elvas, perto da aldeia abandonada de Caia. Gostaria de ter observado este conjunto mais próximo, sobretudo tentar perceber qual a função da choça, se era utilizada ou não para o gado, mas as cercas que delimitam a propriedade constituíram uma barreira que não foi possível ultrapassar.

 

 

Na choça as paredes já começaram a ruir. Esta choça é semelhante à que foi fotografada por Orlando Ribeiro e que reproduzi aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:02


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D