Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Artesanato de madeira e cortiça

por Júlia, em 17.10.07

O senhor Júlio Trindade é um artesão de Campo Maior que descobri numa feira em Espanha, na pequena localidade de Villar del Rey, a Norte de Badajoz. Trabalha em madeira e em cortiça.

 

  

 

Colher e garfos com os cabos trabalhados. Cada um dos conjuntos que são apresentados na foto da direita, são feitos a partir de um único pedaço de madeira. Os cabos têm finos desenhos esculpidos.

 

 

As miniaturas que não resisti a comprar. Cada conjunto é feito também a partir de um único pedaço de madeira. Gostei particularmente das bolotas.

 

 

Os tarros de cortiça, antecessores das modernas caixas isotérmicas. Serviam para transportar a comida que se mantinha quente até à hora das refeições.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32


23 comentários

Sem imagem de perfil

De kaska a 17.10.2007 às 19:21

Espectacular, sem palavras, uma beleza.
Imagem de perfil

De Júlia a 20.10.2007 às 15:31

Concordo. São, de facto, peças de grande beleza.
Bom fim-de-semana.
Imagem de perfil

De daplanicie a 19.10.2007 às 11:50

Acho maravilhoso o que os nossos artesão fazem. Transformar pedaços de natureza em objectos de extraordinária beleza.
Beijinho
Imagem de perfil

De Júlia a 20.10.2007 às 15:30

Estamos sempre a descobrir habilidades que não imaginávamos. Este artesão foi uma agradável surpresa. Adoro as bolotas que ele faz.
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.10.2007 às 21:41

Boa noite, parabens peo trabalho neste blog...gostava de saber se o artesãoque referiu tem algum local em Campo Maior onde expõe as suas peças ou ondeseja possivel comprar?
Imagem de perfil

De Júlia a 25.10.2007 às 16:44

Se ainda estiver interessado nas peças do sr. Júlio Trindade, agradeço que me contacte por e-mail para lhe poder dar a morada.
Sem imagem de perfil

De Ghida Lona a 13.02.2014 às 16:25

estou super interessada em comprar o trabalho do Sr. Julio Trindade.

Me poderia facilitar o seu email?

Obrigada,
Ghida
Imagem de perfil

De Júlia a 13.02.2014 às 17:05

Não sei se o senhor Júlio Trindade tem e-mail. Poderá contatá-lo pelo telefone 268 087 360.
Sem imagem de perfil

De artesaoocioso a 22.10.2007 às 00:04

Fico contente por saber que ainda existem alguns artesãos que vão criando pequenas maravilhas.
Pertencem, como eu, a um mundo que está a acabar.
Cumprimentos
Imagem de perfil

De Júlia a 22.10.2007 às 17:41

Não sei se o mundo dos artesãos está a acabar. Se tal acontecer é uma pena. Aqui, faço os possíveis para divulgar o que vale a pena e que acho deve ser preservado.
Vi, no seu blogue, que também trabalha em madeira. Mas não encontrei nenhuma imagem que ilustre o seu trabalho. Fiquei com muita curiosidade.
Eu, de certo modo, sou às vezes artesã. Gosto de fazer flores de papel e outras coisas mais no campo dos lavores, aqueles que os olhos ainda permitem.
Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De artesaoocioso a 23.10.2007 às 23:27

Boa noite
Já várias pessoas me fizeram a mesma pergunta. A culpa é minha. Escrevi um texto, tipo autobiográfico, sobre o meu «heterónimo» Artesão Ocioso.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Boa noite <BR>Já várias pessoas me fizeram a mesma pergunta. A culpa é minha. Escrevi um texto, tipo autobiográfico, sobre o meu «heterónimo» Artesão Ocioso. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Tratta-se</A> de uma metáfora onde "peças em madeira" deve ser lido por "artigos escritos." <BR>O resto é verdade. Artesão porquê? Porque conhecendo as milhas limitações, não aspiro a mais. <BR>Porque escrevo? É uma história antiga e esta modernice dos blogues facilita-me o hobby . <BR>Tentei, sem sucesso, outras vias, nomeadamente a imprensa regional e fiquei surpreendido ao descobrir os bloqueios levantados por estes periódicos . <BR>As minha desculpas e os meus cumprimentos.
Imagem de perfil

De Júlia a 24.10.2007 às 12:23

Até faz sentido. O exercício da escrita não deixa de ser artesanato. Eu também procuro manter o hábito de escrever e encontrei neste suporte o meio ideal para o fazer. Embora, no meu caso, também colaboro com o jornal local, mas há pouco tempo. E não é coisa que me entusiasme muito. Têm sido publidados alguns apontamentos que tenho escrito e que estão, sobretudo, no meu outro blogue, o Gambozino. Mas sei que nem todas as pessoas têm a possibilidade de ver o seus escritos publicados no jornal.
Aqui, além da escrita, ganhei o gosto pela fotografia. Porque não posso falar do Alentejo, das suas paisagens e das coisas que por cá se fazem sem as mostrar.
Os meus cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Canas&Cestos a 27.10.2007 às 21:42

Olá,
Parabéns pelo blog! Acho importante a divulgação deste tipo de artesanato já que, na maioria dos casos, só é publicitado nas feiras de artesanato durante o verão, ficando esquecido o resto do ano!
Sem imagem de perfil

De Tuaregue a 29.11.2007 às 19:35

Bôa Noite Compadres e Comadres.
Sou um apreciador da arte manual,diziam os meus Avós que as pessoas que sabiam trabalhar a Cortiça,
a Madeira o Barro e até a pedra eram MESTRES.
Hoje tentam acabar com ELES, ninguém lhe dá o valor que ELES merecem,as Câmaras não os ajudam e as Juntas de Freg. também não enfim... (futebol) sim.
Porque motivo o Governo não impôe que todos os postos de TURÌSMO tenham que obrigatóriamente ter
expôstos os artigos dos seus MESTRES. (bem hajam)
Imagem de perfil

De Júlia a 30.11.2007 às 14:58

Concordo consigo. Os postos de turismo deviam promover o artesanato local. Como digo no post, vivendo em Campo Maior, desconhecia este artesão que tem muito pouco divulgada a sua obra, apesar da grande qualidade das peças.
Mas, a nível local, os autarcas andam preocupados com outras coisas...
Sem imagem de perfil

De Carla Bento a 25.05.2009 às 18:22

Olá! Tenho uma loja de artesanato e ando à procura de artigos de tradicionais e manuais de cortiça, tendo em conta que acabei de descobrir o seu blog e o trabalho do Sr. Júlio Trindade, por si aqui apresentado. Gostaria de questionar se por acaso ainda tem o contacto deste artesão e se o pode fornecer... Obrigada e felicidades para si.
Carla
Imagem de perfil

De Júlia a 27.05.2009 às 18:39

Olá Carla!
Tentei hoje contactar o sr. Júlio Trindade, para lhe comunicar a sua pretensão e para lhe pedir autorização para divulgar o contacto dele, mas não o encontrei.
Logo que consiga falar com ele, deixo-lhe uma mensagem. Ou então, se preferir, pode mandar-me o seu e-mail, via o meu que se encontra disponível na área do perfil.
Agradeço as suas amáveis palavras.
Cumprimentos
Júlia
Sem imagem de perfil

De Carla Bento a 29.05.2009 às 03:09

Cara Júlia
Antes de mais obrigada pela sua resposta.
Eu bem que gostava de lhe fornecer o meu e-mail, aliás logo quando a contactei inicialmente tive intenção de, só que infelizmente não consegui detecta-lo no seu perfil... :( Bem sei que eu e a tecnologia às vezes andamos de costas voltadas, mas de facto fui ao perfil e não encontrei!
Agradeço uma vez mais a atenção dispensada
Cumprimentos
Carla Bento
Imagem de perfil

De Júlia a 29.05.2009 às 20:49

Olá Carla,
Já falei com o sr. Júlio Trindade e o telefone dele é:
268 087 360
Espero que consiga obter os objectos dele para vender na sua loja porque são verdadeiramente excepcionais.
Em breve irei publicar um post sobre mais alguns trabalhos que ele tem feito.
Disponha sempre que precisar (o e-mail está mesmo no perfil. Tem de clicar "ver perfil" e aparece-lhe o meu nome e o endereço).
Cumprimentos
Júlia Galego
Sem imagem de perfil

De ABolotinha a 08.09.2009 às 17:38

...tb nao resisto as bolotinhas!!! Sao amorosas.
Sem imagem de perfil

De São Delgado a 08.06.2013 às 15:52

Olá, vi os artesanatos de madeira e cortiça desse senhor e são lindas!Ora também eu tenho em casa coisas lindas como estas feitas nas horas vagas pelo meu marido costumo estar nas mostras de artesanato das Festas floridas de Redondo e queria aqui poder deixar o meu endereço caso haja alguém interessado neste tipo de artesanato:João Delgado, Rua de Monsaraz lote H6 Redondo!
Imagem de perfil

De Júlia a 09.06.2013 às 16:58

Espero ver as peças de que fala nas próximas festas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.06.2013 às 16:47

Olá Julia , obrigada e lá estarei se puder vir visite-me no stand "João Delgado e "São Artes" lá estarei!Bjinho

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D