Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sacada

por Júlia, em 15.10.07

Era uma vez um mestre pedreiro que via todas as sacadas da terra ornamentadas com grades de ferro forjado ou de ferro fundido, com desenhos desde os mais simples, aos mais elaborados. Quando construíu a sua casa, decidiu que a sacada seria diferente de todas. Seria a sua obra-prima, entretecida em cimento armado.

E, de facto, ela é única e merecia ser considerada património municipal.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:41


4 comentários

Imagem de perfil

De daplanicie a 15.10.2007 às 17:48

Que grande artista teceu esta sacada! Lindíssima!
Beijinho
Sem imagem de perfil

De camionista a 17.10.2007 às 22:46

Se olharmos para certas obras distraidamente, nem nos apercebemos do enorme trabalho que pode estar na sua origem. Construir aquela sacada em cimento armado terá sido um trabalho quase épico, pelo menos à escala de um esforço individual.
No entanto, parca recompensa a nível visual, pois o cimento armado não brilha, ganha com o tempo um aspecto gretado e pardacento, com tendência para a acumulação de líquenes (em especial se o clima for húmido, embora aqui não seja o caso).
Como o ferro que constitui a armadura necessita de se encontrar isolado a pelo menos uns dois centímetros da superfície da obra, a fim de o preservar do contacto com o oxigénio da atmosfera, que o enferruja, estas estruturas tipo filigrana têm uma vida ainda mais curta. Mas note-se que até os pilares e vigas das pontes e outras construções se encontram sujeitas a este fenómeno.
As peças de betão armado cuja armadura oxidou simplesmente desintegram-se, pois o importante aumento de volume do metal oxidado faz quebrar as camadas exteriores do betão, acelerando ainda mais o fenómeno.
Sem imagem de perfil

De camionista a 17.10.2007 às 22:50

Claro que a sacada é espectacular, com uma forma a prestar homenagem às suas congéneres exclusivamente metálicas.
Imagem de perfil

De Júlia a 18.10.2007 às 09:55

Por achar que esta sacada é fruto de muito trabalho e de uma aplicação da arte dos pedreiros é que decidi destacá-la.
É curioso que por aqui ninguém lhe dá o mínimo valor. Algumas pessoas têm ficado muito admiradas com o a importância que lhe tenho atribuído.
Cumprimentos e agradeço o seu comentário e explicações.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D