Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Janela

por Júlia, em 05.12.10

 

 

São poucas as janelas que ainda têm este tipo de portadas, feitas em madeira e apenas com um pequeno postigo envidraçado.  Quando são feitas obras de recuperação das casas, as portas e janelas antigas, invariavelmente, são os elementos que desaparecem para dar lugar a outros mais modernos e feitos de materiais mais resistentes às extremas temperaturas que se fazem sentir nas estações do ano.

 

Em Campo Maior. Dezembro de 2010

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:08


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Rafael Carvalho a 05.12.2010 às 21:02

Os métodos e os materiais aplicados evoluem e isso nada tem de mau.
Pena é que cortem de forma radical com a tradição!
Perdem-se as raízes...
Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Júlia a 06.12.2010 às 11:58

Não é possível exigir que se mantenha este tipo de janelas. O que penso é que deviam ser preservados alguns exemplares para memória futura. Sei de algumas terras que fizeram coisas semelhantes. Um caso que conheço é a preservação de um forno no Crato que faz parte do roteiro de lugares importantes a visitar na vila.
Cumprimentos
Imagem de perfil

De Luiz a 05.12.2010 às 21:24

Nestes casos, coloca-se um dilema: há que escolher entre a tradição e o conforto. Uma janela como esta não é capaz de proporcionar uma iluminação capaz, a menos que esteja aberta, o que nem sempre é conveniente.
Imagem de perfil

De Júlia a 06.12.2010 às 12:02

É evidente que as nossas exigências de conforto não se compadecem com estes elementos da arquitectura tradicional. Aliás, um dos problemas das casas antigas é exactamente como adequá-las no sentido de as tornar mais confortáveis e funcionais. E esta tarefa nem sempre é fácil. É por isso que, muitas vezes é mais fácil e barato demolir e fazer de novo do que recuperar.
Imagem de perfil

De Trasmontesdepaisagens a 06.12.2010 às 19:29

Não me é possível responder ao comentário no meu blog, por isso tenho que o fazer aqui.
No que diz respeito à ponte, recolhi a informação na C.M. Vila Pouca de Aguiar, que é uma zona onde existem muitos vestigios dos romanos.
Apenas escrevi o que me disseram e está escrito perto da ponte em questão.
Mesmo assim obrigado pela rectificação, e vou alterar o post.
Agradeço toda e qualquer informação útil.

Atentamente,
JP Nascimento

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D