Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Azinhagas

por Júlia, em 30.09.10

Atrás da casa havia uma azinhaga. No Inverno, as pedras soltas de granito dos muros cobriam-se de musgo, de fetos e de uma planta de folhas peltadas e carnudas a que chamávamos filhós, por se assemelharem aos tradicionais fritos de massa, próprios da época do Natal. Nalguns pontos dos muros, cavalgavam silvas que, no Verão, nos proporcionavam a colheita das deliciosas amoras.
Provavelmente essa azinhaga já não existe, engolida pelo alastramento da área urbana. Lembro-me dela sempre que encontro outras azinhagas. Como esta em Amieira do Tejo.
.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:21


3 comentários

Imagem de perfil

De Luiz a 01.10.2010 às 09:19

Nostalgia do tempo em que vivi num sítio com pedras. As pedras estorvam a prática agrícola. Ao desviá-las, também são aproveitadas para construir úteis muros. Estes delimitam, mas também protegem. E deixam crescer as silvas, enquanto servem de esconderijo aos bichos do campo.
Agora vivo num sítio onde só há muros de taipa, que a chuva e o vento pouco a pouco desfazem. Vem a chuva e arrasta os detritos. Não há nada mais deprimente do que muros de taipa em ruínas.
Imagem de perfil

De Júlia a 01.10.2010 às 17:30

E eu vivo numa vila apertada entre casas que foram ocupando todos os logradouros e crescendo também em altura. Por aqui não há azinhagas. Só cercas de arame farpado que rodeiam as propriedade mas que também tapam os caminhos. Não há qualquer meio de passear no campo.
Por tudo isto a minha saudade das azinhagas da minha vila natal.
Sem imagem de perfil

De joão Renato a 01.10.2010 às 22:53

Julia, não resisti ao seu texo:
http://leiovejoeescuto.blogspot.com/2010/10/julia-galego.html
Abraço,
JR.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D