Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Orquídeas

por Júlia, em 30.03.15

Orquídeas 1.jpg

 Nunca tive uma safra tão abundante de orquídeas. Nalguns anos quase desisti delas porque as folhas eram muitas, mas flores, nem uma só. Este ano, floriram abundantemente.

Orquídeas 2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:50

Casa

por Júlia, em 26.03.15

casa.jpg

 Casa em Estremoz, onde se destaca a fachada coberta de azulejos e a grade de ferro da sacada de uma das janelas.

azulejos.jpg

Pormenor dos azulejos da casa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:28

Novamente Barbacena

por Júlia, em 23.03.15

Já referi antes que Barbacena é uma aldeia bastante grande. Predominam as casas térreas, mas com uma nota distintiva: as belas e variadas chaminés. Na última visita, percorri as ruas mais antigas, junto ao castelo.

Barbacena, rua 3.jpg

Barbacena, rua 1.jpg

Barbacena, rua 2.jpg

Barbacena, casa.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:58

Sol posto

por Júlia, em 19.03.15

sol posto.jpg

 Final de inverno no Alentejo. Cores fortes depois do Sol descer na linha do horizonte.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51

Alentejo

por Júlia, em 14.03.15

Estremoz, Serra d'Ossa 2.jpg

 A planície cultivada a sul de Estremoz e a Serra d'Ossa, cortada pela autoestrada (A6) e com a torre de Évoramonte a coroar o monte mais elevado que, na foto, se vê à direita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:43

Estremoz revisitada 4

por Júlia, em 10.03.15

Estremoz, guarita.jpg

 Pormenor da fortificação de Estremoz, uma guarita (um pouco destruída)

Segundo informação que me foi transmitida, através de e-mail, pela senhora D. Maria Rosa Assunção, há uma história relacionada com esta guarita: "A parte de cima da guarita está assim devido a um raio durante uma grande trovoada e infelizmente um rapaz que se abrigou lá faleceu ali atingido pelo raio".

Agradeço a informação que só pode enriquecer o que aqui vou deixando.

Estremoz, pousada.jpg

 Uma perspectiva da pousada de Santa Isabel

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:39

Árvores

por Júlia, em 07.03.15

plátano.jpg

 Várias vezes aqui abordei o tema do corte radical das árvores, eufemísticamente designado pelas autarquias de poda ou limpeza. Mas mesmo nos concelhos mais radicais nesta prática, se encontram algumas árvores que foram poupadas e podem crescer quase livremente.

Este plátano foi fotografado em Janeiro, e está localizado num largo mais ou menos ajardinado, no interior da povoação, em Barbacena, concelho de Elvas. Não fossem outras árvores nas proximidades e julgaríamos estar numa autarquia que preserva as árvores do espaço público.

Num dia desta semana, ao passar por Barbacena, pude observar que a grevília que se encontra no largo, junto à estrada, voltou a ser alvo de um corte que lhe retirou a parte superior da copa, ficando apenas os ramos inferiores. Os dois freixos que referi numa publicação de há quase oito anos, não foram abatidos, como me informaram na altura e têm resistido ao longo deste tempo. Mas pude agora observar que as copas foram completamente cortadas, estando reduzidos ao tronco. Parece que os habitantes de Barbacena que costumavam sentar-se nos bancos a ver os carros passar na estrada, vão deixar de ter a sombra protectora dos freixos nos dias de brasa do verão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:58


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D