Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Horta da Vinagreira

por Júlia, em 30.06.08

Azulejo figurativo que coroa o portão de entrada da horta, na estrada entre Santa Eulália e S. Vicente, no concelho de Elvas. As duas figuras de anjos seguram a faixa que tem, no lado esquerdo, as iniciais J.S.P., no centro, Horta da Vinhagreira e, no lado direito, a data de  MCMXX. Entre as duas figuras e a seus pés, vários produtos hortícolas e frutícolas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:55

Vimieiro. Espreitando

por Júlia, em 29.06.08

A igreja do Vimeiro é um edifício de grande dimensão. A porta principal é precedida por um nartex abobadado, nesta altura povoado por andorinhas.

 

 

Espreitando para o outro lado do arco há uma praça, no meio do qual se situa o coreto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:48

Portas do Vimieiro

por Júlia, em 27.06.08

 

 Gostei muito destas portas, do pormenor da decoração que foi feito por cima da primeira, da forma, do contraste das cores e das cortinas, nas duas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:47

Casa com alpendre

por Júlia, em 25.06.08

Casa com uma estrutura estranha e surprendente, formando o alpendre, no Vimieiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:47

Casas e rua do Vimieiro

por Júlia, em 23.06.08

O Vimieiro é sede de freguesia do concelho de Arraiolos. É uma povoação de grandes dimensões. Predomina a arquitecuta popular característica do Alentejo, mas também algumas casas que revelam a opulência dos seus proprietários.

 

 Casas do largo onde se situa a igreja.

 

 Rua e palacete com torre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:46

Marco geodésico

por Júlia, em 22.06.08

Marco geodésico e miradouro em Alter Pedroso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:54

Recanto em S. Gregório

por Júlia, em 21.06.08

A janela da casa recuperada espreita para este recanto. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:19

Ruas de S. Gregório

por Júlia, em 20.06.08

Na aldeia de S. Gregório estão identificadas duas ruas. As casas estão, na sua maioria, abandonadas

 

Rua Fria. Nesta rua, que tem apenas casas neste lado, algumas estão habitadas. A que se vê à esquerda está muito degradada e encontra-se à venda.

 

Rua da Igreja. Do lado direito encontram-se casas com o aspecto de terem sido recuperadas recentemente. Mas, as que se lhe seguem, estão todas abandonadas. Do lado esquerdo, a fachada lateral da igreja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:17

Cruzeiro de S. Gregório

por Júlia, em 18.06.08

Em frente da fachada principal da igreja de S. Gregório encontra-se o cruzeiro. A cruz é toda em mármore e, na base, estão esculpidas algumas caveiras.

 

 

Vêm-se, à direita, algumas casas da aldeia que estão abandonadas e degradadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:16

Igreja de S. Gregório

por Júlia, em 16.06.08

No IC 10, entre Arraiolos e o Vimieiro, há uma placa a indicar S. Gregório. A distância da estrada principal até à aldeia é relativamente pequena. Depois de uma ligeira subida, chega-se ao cimo de uma elevação, a qual é coroada pela igreja. A Sul do templo encontra-se o cemitério e para Norte e Oeste estende-se as poucas casas que constituem a aldeia.

Esta é a sede de uma freguesia do concelho de Arraiolos.

"Segundo a lenda, inicialmente, a igreja de São Gregório deveria ser edificada num local próximo da povoação de Aldeia da Serra, onde se começaram as obras. Porém, as pedras assentes durante o dia desapareciam à noite, aparecendo, então, no lugar de S. Gregório. Este facto foi visto como uma vontade do santo, padroeiro dos agricultores, e como aquele lugar era o mais cultivado, ali se edificou a igreja." (História das Freguesias e Concelhos de Portugal).

Ou me engano muito, ou os executores da vontade do santo foram os agricultores de S. Gregório.

 

 A igreja de S. Gregório tem inscrita na fachada a data de 1632. No entanto, terá sido construída em 1524. Visitei a aldeia num dia de Maio, com o céu muito nublado, por vezes escuro e a ameaçar chuva.

 

 Vista das traseiras da igreja e, ao lado esquerdo, o cemitério da freguesia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:15

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D