Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Casas rurais

por Júlia, em 27.10.09

O crescimento das cidades, com os seus modernos prédios de apartamentos, aglutina muitas vezes pequenos aglomerados rurais que existiam nas proximidades da antiga malha urbana.

O destino dessas casas é, normalmente, o seu desaparecimento, uma vez que deixaram de ter a função de acolher pessoas que viviam essencialmente do trabalho do campo. Sendo casas modestas, não correspondem aos critérios de qualidade de vida que actualmente se procuram numa casa. Por outro lado, o preço dos solos cresce vertiginosamente e estas casas estão condenadas a ser adquiridas para, no mesmo lugar, se erguerem os novos edifícios.

Há dias viajei até Castelo Branco, embora o motivo primeiro não tenha sido a visita à cidade. No entanto, no tempo que restou. sempre deu para deambular por algumas ruas e, claro, registar o que me pareceu mais interessante.

As fotos que se seguem, correspondem à primeira imagem que tive da cidade, depois do carro estacionado nas proximidades deste pequeno bairro.

 

Esta casa parece ainda estar habitada, considerando que as plantas do alegrete estão viçosas e com aspecto de serem tratadas.

 

Já esta, próxima da anterior, apesar das cortinas na janela, não parece ser habitada. Os arbustos que cresceram livremente em frente da porta dificilmente coexistem com pessoas a entrar em casa.

Estas duas casas e outras que constituem um dos lados de uma rua, estão muito próximas de uma área de expansão da cidade. A continuar a construção de prédios, estas imagens irão, certamente, pertencer apenas a uma memória guardada por alguns.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:57


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Rafael Carvalho a 28.10.2009 às 07:02

Belas imagens!
Interessante o postigo da porta da primeira casa, coisa rara nas actuais construções.
Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Júlia a 28.10.2009 às 11:05

Rafael, é interessante a sua observação sobre o postigo. Mas por aqui vão-se vendo algumas portas modernas, mesmo em alumínio lacada, que têm destes postigos. Já fotografei algumas, nomeadamente em Borba, em casas antigas recuperadas.
Cumprimentos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D