Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Redondo. Rua do Castelo

por Júlia, em 25.07.09

Da antiga vila dentro das muralhas existe apenas uma rua. Se existiram outras, foram ocupadas por alguns edifícios de dimensões apreciáveis, de que se destada a Santa Casa da Misericórdia e a respectiva igreja.

 

Aqui vê-se uma perspectiva da Rua do Castelo, com a Porta do Postigo ou do Relógio ao fundo. No lado direito localiza-se um edifício notável que é actualmente a Enoteca. Dado o adiantado da hora não foi possível (re)visitar este espaço e rever as belas abóbadas sustentadas por colunas das salas que agora são destinadas a divulgar um importante produto da região, o vinho que se produz no concelho de Redondo.  

 

Casas de arquitectura popular desta rua. A foto foi tirada do largo onde se localiza a Igreja da Misericórdia e um grande edifício desta instituição. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:12


5 comentários

Imagem de perfil

De A VER NAVIOS a 25.07.2009 às 18:03

Boa escolha.
Permita-me que lhe diga que o Redondo, para além do que apresentou, tem também cantadores e "pomadas" de fama nacional.
Muito bons, como tudo no "nosso" Alentejo.
Não deixe que o estraguem.
om fim de semana,
J. Lopes
Imagem de perfil

De Júlia a 25.07.2009 às 19:13

O Redondo tem, de facto, muita coisa boa. Os manos Salomé são cantadores notáveis. E quanto a "pomadas", há dois anos na Enoteca, tive a oportunidade de provar algumas excelentes. Também há à venda de boa qualidade.
No próximo fim de semana começa a Festa das Ruas Floridas que se prolonga por uma semana. Conto ir lá.
Bom fim de semana
Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Sizan a 26.07.2009 às 18:20

Estou olhando outras coisas na Internet, mas parei nas suas belas e apaixonadas postagens. Das maravilhosas casas centenárias a sua abóbora que virou sopa e flor.
Ah, sim, estou em Brasília, Brasil, cuja contagem de tempo se faz em décadas (já são quase cinco) e onde qualquer coisa com mais de 40 anos já é chamada de "velha", mas com saudade da minha terra natal (Rio Grande do Sul, Brasil) onde a contagem de tempo já pode ser numa medida um pouco maior, e com uma grande inveja (boa) dos lugares onde a história já se conta em milênios, onde as pegadas já desgastaram as pedras, onde se mora na casa do antepassado, onde a árvore centária produz o fruto colhido no pé para o café da manhã.
Espero que seu amor pelas boas coisas da vida 'contagie' mais gente, mesmo que a conheçam por 'acidente', como eu.
Um abraço.
Imagem de perfil

De Júlia a 26.07.2009 às 18:35

Fiquei muito feliz com a sua visita e comentário. Apesar de nunca ter ido ao Brasil, faço frequentes visitas "indirectas" e tenho alguma informação sobre esse maravilhoso estado que é o Rio Grande do Sul. Acompanhei, faz algum tempo, com grande interesse a série "A Casa das 7 Mulheres" e fiquei a saber um pouco da história dessa região na época da Guerra dos Farrapos. Daí que me tenha interessado em conhecer mais sobre ela, utilizando este recurso que é a net.
Da minha alentejana casa centenária mando-lhe um abraço.
Sem imagem de perfil

De francisco pedrais bilro a 29.07.2009 às 10:34

bonjour, e obrigado aos que elogiam os irmâos salomé pois sao pra mim o mesmo que sempre foram,também eu nao esqueço oos amigos de infancia,que infelizmente muitos janâo estâo neste mundo,repozem em paz,chicoredondo chico 30 nao digo mais pois tanto tinha a dizer,no redondo fui criàdo mas sem servir ninguém a bon entendeur salud até sempre portugal chico 30com 72

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D