Sábado, 3 de Janeiro de 2015

Chaminé centenária

chaminé 3.jpg

 Uma bela chaminé mas cuja casa não resistiu ao tempo e ao abandono. A ruína está bem visível na parte do telhado que já ruiu. Um costume antigo de colocar a data de construção na chaminé, mostra a antiguidade do edifício, e o pormenor decorativo, por cima da data é de uma grande delicadeza.

Visto no Assumar.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 13:49
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Casas alentejanas

casas.jpg

Assumar é uma bela aldeia, que já foi vila sede de concelho, e que ainda mantém algumas casas com características da arquitectura popular do Sul de Portugal. A atestar a antiguidade da povoação, aqui se encontra a herança medieval, como é o caso da porta em arco quebrado. Muitas casas são minúsculas, encimadas por grandes chaminés, mas com o gosto pela pintura das barras que rodeiam  portas e janelas, onde pontifica o ocre, contrastando com o branco das fachadas. Só é pena que algumas se encontrem em mau estado de conservação.

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 15:38
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Domingo, 14 de Dezembro de 2014

Casa no Assumar

casa 2.jpgHá sete anos, a casa que se vê em primeiro plano estava para venda. Esta, pelo menos, não se perdeu. A chaminé continua com o aspecto original e muito interessante que, nessa altura, me chamou a atenção.

chaminé 2.jpg

 

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 11:26
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2014

Chaminé no Assumar

chaminé 1.jpg

 Há já alguns anos visitei o Assumar. Voltei lá no passado fim de semana. Encontrei algumas diferenças, mas poucas. Esta chaminé pertence a uma casa de que fotografei uma janela, mas, na altura, não reparei neste notável elemento arquitectónico. A casa já se encontrava com sinais de abandono e, entretanto, nota-se que o processo de ruína segue o seu inexorável destino.   

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 10:45
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

Vaiamonte

Vaiamonte é uma povoação sede de freguesia do concelho de Monforte. Já lá tinha passado mas sem sair da estrada e com a velocidade normal nestas circunstâncias que não dá para ver nada.

O nome desta aldeia era-me familiar desde há muito tempo. Ouvia-o associado a uma especialização que era a arte de cortar o pêlo dos animais, sobretudo cavalos, fazendo desenhos por vezes muito elaborados.

A aldeia é relativamente pequena. Visitei-a numa fria manhã de Janeiro. O elemento que se destaca desde logo é a igreja, cuja origem remonta ao século XVI, mas com remodelações nos séculos XVIII e XX. No largo da igreja, o já habitual e triste espectáculo das árvores "podadas", reduzidas ao tronco e alguns ramos raquíticos.

 

 

Da igreja destaca-se, pela imponência, a torre sineira, muito alta mas bonita. Lá está colocado o relógio que marca a hora da manhã em lá estive.

 

Achei particularmente bonito este pormenor da fonte, datada de 1904. Provavelmente para compensar a simplicidade do tanque e das bicas/torneiras, foi feito um elemento decorativo pintado a azul acinzentado.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 09:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Porta e janelas de Monforte

Porta ogival de rua antiga

Janela de casa popular, debruada a verde e com cortinas bordadas.

 

Janela com enfeite original.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 09:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Fonte em Monforte

A fonte que ocupa a parte central da Praça da República

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 09:04
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
| | partilhar
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Aspectos de Monforte

Arco e rua, vistos da Praça da República

 

Impressionante estrutura que domina sobre os telhados.

 

A nova Biblioteca Municipal e o depósito da água que é um dos elementos que sobressai no conjunto do casario da vila.

 

A Biblioteca Municipal de Monforte.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 09:03
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
| | partilhar
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Paisagens dos arredores de Monforte

 

 

A Ribeira Grande de Monforte, a montante da ponte romana. Neste troço da ribeira ainda se faz sentir o efeito do açude, situado a juzante da ponte. As margens da ribeira estão ocupadas por vegetação ripícola. Pela descontinuidade da vegetação que marca o trajecto da ribeira, parece que a intervenção para a construção do açude teve como consequência o abate das árvores e dos arbustos.

 

 

Em primeiro plano vê-se parte da encosta onde se situam a três igrejas. A vegetação rasteira, em parte seca, estava a ser cortada.  Há uma certa desolação na forma como está ocupada esta área. A seguir a fita que marca o caminho entre duas das igrejas.  É possível ver também os rails de protecção do IP2, seguidos de campos onde pastava algum gado  e, marcando o fundo do vale, a vegetação que acompanha as margens da Ribeira Grande de Monforte. Para lá da ribeira, nas elevações domina o montado.

 

 

Esta foto e a anterior foram tiradas do miradouro em que termina o circuito das três igrejas. A paisagem de montado é interrompida por uma pedreira e pela respectiva escombreira.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 17:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

As três igrejas dos arredores de Monforte

Subindo a encosta em direcção à vila de Monforte, vindo do IP2, ao lado esquerdo da estrada deparamo-nos com três igrejas. Parece que o recinto onde estão situadas estas igrejas foi arranjado há pouco tempo. Liga-as um caminho empedrado, de modo que é possível fazer o circuito entre elas com relativa facilidade. O caminho termina num miradouro, de onde se pode observar uma bela paisagem enquadrando os templos.

No entanto, notam-se muito sinais de vandalismo. Todas as placas que identificam as igrejas foram retiradas. Na página da autarquia apenas vem referenciada a Igreja dde Nossa Senhora do Calvário.

Apesar disso, parece-me interessante ver o conjunto.

  

 Esta é a primeira igreja a que se acede, muito perto da estrada. O portal tem características renascentistas.

 

 Vê-se, à esquerda, o caminho que foi construído para ligar as três igrejas. Esta é a de Nossa Senhora do Calvário.

 

 Pormenor da Igreja de Nossa Senhora do Calvário.

 

Esta é a terceira igreja, situada num ponto mais alto da encosta. As três igrejas formam os vértices de um triângulo, sendo esta a que se encontra a uma altitude superior em relação às outras. É preciso subir um pouco e galgar uma escadaria para lá chegar. Pode notar-se, na fotografia, o pilar que continha a placa identificadora do templo, mas que foi retirada.

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 10:32
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
| | partilhar
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Ponte romana sobre a Ribeira Grande de Monforte

 

Antes de visitar a vila de Monforte, vindo do IP2, é obrigatório ver a ponte romana, construída entre os séculos II e IV d.C. É constituída por cinco arcos de volta perfeita de diferentes vãos, os quais diminuem de altura e largura do arco central para os laterais. O material de construção é o granito.

Está classificada como imóvel de interesse público.

Pelo aspecto da ponte, terá sido objecto de intervenção recente. Percorrendo a calçada do tabuleiro da ponte, encontra-se, na margem direita, uma placa informativa sobre este monumento, da responsabilidade do Ministério da Cultura.

A jusante da ponte foi construído um açude. As margens estão arranjadas de modo a permitir que este lugar seja utilizado no verão como local de lazer para a população. Quando da minha visita, em finais de Outubro, o bar de apoio estava fechado.

 

Outra foto

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 13:52
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
| | partilhar
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

Igreja de Santo Aleixo

Nas minhas deambulações pelas aldeias do Norte Alentejano, tenho verificado que há alguns aspectos que as distinguem, nomeadamente, os pormenores das casas, as chaminés e as igrejas ou capelas.

Das igrejas que tive oportunidade de ver, a de Santo Aleixo, sede de freguesia do concelho de Monforte, é a de que mais gostei. A sua construção data do século XVIII.

Iluminada pelo sol, num destes dias do verão de S. Martinho, o branco da fachada resplandecia, sublinhado pelo azul claro dos recortes, da escadaria e enquandrando a torre sineira. Pelo aspecto, depreende-se que a população da aldeia cuida da sua igreja com todo o desvelo.

 

É tão bonita que parece feita de açúcar.

(ver em tamanho grande)

 

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 17:21
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

Assumar (2)

Numa larga avenida do Assumar, ladeada de prédios que evidenciam a prosperidade dos seus proprietários, fiquei surpreendida com a decoração das janelas de casas com dois pisos.

 

     

 A primeira janela tem um pormenor muito interessante: por baixo do parapeito,  no meio da flor estilizada foi pintada uma cara. Pode ver-se em pormenor aqui. Ver também. A segunda é uma bela janela de guilhotina com uma decoração primorosa.

 

     

 

Mais um bela janela com decoração pintada a azul e com uma delicada grade de protecção. Esta maneira de ornamentar as frontarias das casas parece ser uma tradição no Assumar. Mesmo num prédio quase em ruína se pode comprovar que não é uma moda recente.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Assumar (1)

O Assumar é uma terra de que ouço falar há muito tempo. Mas associava-a ao  caminho de ferro. Na instrução primária, depois da divertida sequência Chança-Mata-Crato da linha de Leste, lá vinham as estações de Portalegre e do Assumar. Mais tarde, em viagens para e de Elvas, passava pela estação; há algum tempo atravessei a povoação de automóvel, mas sem parar. Finalmente, visitei-a. E gostei muito.

Não é uma terra muito grande. Depois de ser sede de concelho, é agora sede de uma freguesia do concelho de Monforte. Segundo o censo de 2001, tinha 687 habitantes na freguesia. Curiosamente, seria de 636 habitantes a população da vila no início do segundo quartel do século XVI.

 

            

 O monumento mais importante é a Igreja Matriz, com a sua porta principal em ogiva talhada em cantaria de granito. Ao lado esquerdo da igreja e encravada em parte nesta, situa-se a capela da Misericórdia que data do século XVII.

  

  Nas ruas mais antigas, as marcas do período medieval estão patentes nas casas com portas ogivais. Pude observar algumas. Uma habitante, ao ver-me fotografar as portas foi dizendo que a autarquia não deixava mudar estas portas por outras de forma quadrangular. Decisão que me parece dever ser enaltecida.

 

 Casa tradicional, com uma curiosa chaminé que está à venda, como se pode ver no anúncio escrito na frontaria.

 

 Casas de Assumar de dois pisos. Nota-se que é uma terra muito cuidada e limpa.

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
23
24
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Chaminé centenária

. Casas alentejanas

. Casa no Assumar

. Chaminé no Assumar

. Vaiamonte

. Porta e janelas de Monfor...

. Fonte em Monforte

. Aspectos de Monforte

. Paisagens dos arredores d...

. As três igrejas dos arred...

. Ponte romana sobre a Ribe...

. Igreja de Santo Aleixo

. Assumar (2)

. Assumar (1)

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!
Há procura de cortinas tipicamente alentejanas dei...
Ah e como Évora é bonita... como Portugal é bonito...
O Alentejo tem este condão, esta magia!Tem na pale...

.mais comentados

20 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
2 comentários
1 comentário
blogs SAPO

.subscrever feeds