Terça-feira, 18 de Janeiro de 2011

Barragem do Caia

 

Descarga de superfície na barragem do Caia. 15 de Janeiro de 2010.

Toda esta água vai engrossar o caudal do rio a jusante e somar-se às de outros rios e ribeiras no grande lago do Alqueva.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:19
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Jardim aquático

 

Limite Norte da Albufeira do Caia.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:01
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
| | partilhar
Domingo, 7 de Março de 2010

Água

 

Hoje, ao regressar da região de Lisboa, estranhei haver tanta gente na barragem do Caia. Depois de parar, o ruído da água a sair pela conduta de descarga esclareceu a razão da curiosidade: tem chovido tanto que a albufeira passou de menos de um terço da sua capacidade, para a necessidade de se proceder a descargas.

 

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 14:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Sábado, 6 de Março de 2010

Alentejo em Fevereiro

 

As cores do Alentejo no final de Fevereiro: cinza das nuvens e verde da vegetação. E muita, muita água.

Foto: Albufeira do Caia, 28 de Fevereiro de 2010.

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 16:28
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Dia de vento

Em dias de vento a superfície da água fica encrespada e as condições são propícias à prática do windsurf. Neste dia, a prancha à vela atingia uma velocidade impressionante.

 

Albufeira do Caia, 19 de Fevereiro de 2010

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:48
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

Rio Caia

O Rio Caia e a Ponte do Crato em Arronches.

 

Mais a jusante, no Baldio, o rio espraia-se e corre rápido na área onde começa a albufeira. Aqui foi construída uma nova ponte e é um dos pontos de observação de garças.

 

No Baldio, ao lado da nova está a antiga ponte, onde pode ver-se o que terá sido o leito natural do rio.

 

17 de Janeiro de 2010

 

concelhos e outros temas: , ,
publicado por Júlia às 11:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Domingo, 15 de Novembro de 2009

Rasto de luz

 

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 12:35
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
| | partilhar
Domingo, 30 de Novembro de 2008

Pinheiros e água

As águas calmas da albufeira do Caia, num dia de Outono.

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 08:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Crepúsculo

Ontem, 20 de Novembro de 2008, na albufeira do Caia.

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 08:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
| | partilhar
Sábado, 5 de Julho de 2008

Fim de tarde no Caia

Fim de tarde na albufeira do Caia, quando o tempo estava mais fresco. Sabe bem recordar esta imagem agora que o calor de Verão abrasa tudo e convida sobretudo ao fresco das casas antigas, protegidas da canícula pelas suas grossas paredes.

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:55
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Pôr-do-sol sobre a albufeira

O final de um passeio de descoberta por algumas terras do Alto Alentejo acabou na Barragem do Caia. Como agora anoitece mais cedo por causa da mudança da hora, resolvemos ficar para ver o pôr-do-sol.

 

 

O céu, que inicialmente se apresentava limpo, começou a cobrir-se de nuvens que ocultaram o sol e escureceram a água, tornando-a numa superfície acinzentada.

  

Quando o Sol baixou no horizonte, algumas nuvens dissiparam-se e a luz reflectiu-se na superfície das águas, deixando um rasto dourado.

  

O Sol desapareceu da linha do horizonte, e o céu adquiriu um aspecto incandescente, como se a terra estivesse a arder. 

 

A apoteose final.

 

Fotos: Barragem do Caia, 28 de Outubro de 2007

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 15:58
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
| | partilhar
Sábado, 7 de Julho de 2007

Rio Caia

Lamentavelmente, a entidade responsável pela construção e gestão das estradas, deixou de colocar placas identificadoras do nome dos rios nas pontes  que os transpõem. Nalgumas pontes mais antigas ainda existem pequenas placas que identificam os respectivos rios. Nas auto-estradas também houve a preocupação de colocar placas de dimensões consideráveis com os nomes dos cursos de água.

Este problema podia ser compensado com a consulta dos mapas itinerários, os quais, dada a sua escala, não resolvem nada porque não identificam todos os cursos de água, somente os mais importantes.

Existe uma ponte junto a Arronches, na estrada que segue para Campo Maior, sobre o Rio de Arronches que não tem qualquer elemento de identificação que satisfaça a curiosidade ou o interesse de quem por ali passa.  Este rio é afluente do Rio Caia, ao qual se junta a pouca distância da ponte. A não identificação pode induzir em erro, confundindo-o com o Caia.

Já a ponte sobre o Rio Caia é das que foi construída quando ainda havia a boa prática de colocar as placas com o nome do rio.

 

 

 

Ponte de Arronches sobre o Rio Caia

 

 

Reflexos nas águas calmas do rio

 

concelhos e outros temas: ,
publicado por Júlia às 13:18
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 11 de Maio de 2007

Granito e cercas

 

 

Nas áreas onde o granito aflora à superfície,  observam-se, por vezes, grandes blocos de rocha mais resistente à erosão.

Por todo o lado se encontram estas cercas de arame farpado que delimitam as propriedades e restringem à estreita faixa das estradas ou caminhos a observação de aspectos interessantes da paisagem .

 

 

O mesmo rochedo visto do lado oposto, sendo visível a disjunção dos blocos de granito. A cerca continua.

 

 

Há cercas por todo o lado. Até mergulham na água da barragem do Caia. Não pude percorrer as margens da albufeira que estão para lá da cerca. Tenho uma dúvida: será que os proprietários das terras podem fazer isto?

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 13:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
| | partilhar
Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Albufeira do Caia

Este ano tem chovido bastante. As barragens são um indicador importante da quantidade de precipitação, já que retêm parte da água que cai numa área da bacia hidrográfica do rio que as alimenta. No entanto, a variação do nível das albufeiras acontece seguindo o ritmo e as características do ano hidrológico.
Durante um passeio que fiz às margens da albufeira, ainda longe do paredão da barragem, foi possível verificar algumas alterações significativas.
 

 
Esta fotografia foi tirada no dia 2 de Fevereiro de 2007.
Acede-se a este local por um desvio na estrada nacional nº 371 (Campo Maior-Degolados), uma estrada que em tempos foi alcatroada, mas que se encontra em mau estado nalguns pontos do seu traçado. Nesta data ainda estava emersa, a água encontrava-se a um nível bastante abaixo do tabuleiro da ponte, sendo fácil passar de uma margem para a outra.
 
 
 

 

O mesmo local, no dia 15 de Abril de 2007. O nível da albufeira aumentou o suficiente para cobrir uma boa parte da ponte.
As chuvas de Abril também estão testemunhadas no verde da paisagem.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 14:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 23 de Março de 2007

Água

Ontem celebrou-se o Dia da Água.
A água é um bem indispensável para a vida e que escasseia em muitas partes do mundo. Num dos canais da televisão espanhola, abordava-se o problema da falta de água em algumas regiões, com as albufeiras das barragens a apresentarem níveis muito baixos.
 
A exploração intensa dos aquíferos tem levado à diminuição das reservas de água. Os reservatórios à superfície dependem do regime das precipitações que, no caso do nosso país, é muito irregular. Os verões quentes e secos determinam também elevados valores de evaporação, contribuindo para a diminuição da água das albufeiras.
 
É fundamental que se adoptem políticas de constituição de reservas de água e de uso racional deste recurso.
.

 Albufeira da Barragem do Caia
A ilha, em anos de seca e no verão, passa a fazer parte de uma península
.
A agricultura é o sector que mais consome água. No Alentejo, as barragens foram construídas fundamentalmente para promover, no perímetro definido pela extensão dos canais de rega, a substituição da agricultura tradicional de sequeiro, por culturas de regadio. A Barragem do Caia é uma delas. Actualmente serve também para abastecimento público.
.
 

Barragem do Caia

.
O cilindro de pedra que se encontra na barragem (existem outros iguais noutras barragens) mostra claramente qual o objectivo da sua construção: a rega. No entanto, a leitura da inscrição esclarece sobre os efeitos fantásticos que a rega iria desencadear não só no plano económico, mas também no plano social. Datada de 1967, pode ler-se:
 
“A rega é considerada magno problema de interesse simultaneamente económico, social e militar que como nenhum outro contribuirá para a valorização do património nacional, para a criação de riqueza pública, para a absorção do nosso excesso demográfico e para o desenvolvimento do comércio interno e externo do país.
 Salazar”

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 16:41
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Barragem do Caia

. Jardim aquático

. Água

. Alentejo em Fevereiro

. Dia de vento

. Rio Caia

. Rasto de luz

. Pinheiros e água

. Crepúsculo

. Fim de tarde no Caia

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. Rio Caia

. Granito e cercas

. Albufeira do Caia

. Água

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

No mês de Novembro visitei o interior desta fortal...
Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!

.mais comentados

5 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário
blogs SAPO

.subscrever feeds