Domingo, 14 de Fevereiro de 2016

Forte da Graça 1

Em novembro de 2012 visitei pela primeira vez o Forte da Graça. O estado de degradação deste complexo militar era bem evidente, pelo que apenas foi possível percorrer uma pequena parte, por motivo de segurança. Foi uma visita de estudo guiada pelo Sargento-mor Matroca que nos permitiu ter uma noção da evolução do complexo. Na altura, foi muito clara a sensação do que significava ser preso nas dependências destinadas a esse efeito, porque tudo estava exactamente como quando o Forte tinha essa função. 

Entretanto, o Forte teve obras de recuperação. Agora, visitá-lo é uma aventura completamente diferente. É possível percorrer o interior dos baluartes, admirar não só a formidável obra de engenharia, mas pormenores de decoração preciosos na parte central do edifício.

P2050829.JPG

 Porta do Dragão que dá acesso ao Forte.

P2050834.JPG

Primeiro fosso. Podem observar-se, sobre o baluarte, algumas canhoneiras cobertas que se transformavam em casas de oficiais em períodos de paz.

P2050835.JPG

 Pormenor da porta interior

P2050845.JPG

Porta de acesso ao reduto central

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 14:06
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
1 comentário:
De A-lupa-de-alguem a 15 de Fevereiro de 2016 às 10:10
é sempre bom saber que a história não se perdeu, são obras importantes...há tanta história a precisar de obras.

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

. Orquídeas

. Rosa do meu jardim

. Passeando por Lisboa

. Árvore

. Lisboa moderna

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!
Há procura de cortinas tipicamente alentejanas dei...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds