Sábado, 5 de Abril de 2008

Janelas de Santa Eulália

Santa Eulália é uma freguesia do concelho de Elvas que tinha, em 2001, cerca de 1300 habitantes. Na tradição das grandes aldeias alentejanas, espraia-se numa planura. Percorrendo as suas ruas, é fácil distinguir a existência de estratos de população muito diferenciados pelo aspecto das casas.

Há casas cujas frontarias revelam que foram ou são ainda habitadas por gente abastada. Algumas são antecedidas por um portão de ferro que dá acesso a um grande pátio de forma quadrangular, à volta do qual se localiza o edifício com função residencial e também outros ligados à vida agrícola dos seus proprietários.

Como não podia deixar de ser, as casas modestas servem de contraponto à riqueza que as outras ostentam.

Algumas das grandes casas têm inscritas datas que remontam à sua construção. São datas que relacionam a prosperidade da aldeia com as campanhas do trigo dos séculos XIX e XX.

 

              

 

O granito, rocha que é explorada actualmente em grandes pedreiras aparece em muitas cantarias de portas e de janelas. Nesta janela tudo parece conjugar-se em harmonia: o granito, a grade de ferro forjado e a cortina que protege o interior do excesso de luz.

 

Na mesma antiga casa da janela anterior, esta mais simples mas igualmente bonita.

 

 

Nesta casa, o granito não foi usado para as cantarias, mas o mármore. Trata-se de uma casa grande e opulenta, mas em que esta cantaria só foi usada na porta e nesta janela que fica na parte central da fachada.

Existem outras casas em que o mármore também foi usado para enquadrar as janelas ou as portas. Gosto mais das casas onde foi usado o granito: têm mais a ver com o sítio onde está localizada a aldeia.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:55
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
3 comentários:
De A VER NAVIOS a 5 de Abril de 2008 às 15:58
Querida amiga,
Creia que mentiria se dissesse que não tinha saudades de visitar o seu blogue.
Os dias têm poucas horas...
Voltei aqui e quanto gostei.
Qualidade em alto.
Parabéns,
J. Lopes
De Pedro a 5 de Abril de 2008 às 16:03
Olá Júlia,

Desculpe-me o comentário fora do contexto deste texto. Era só para lhe dizer que recuperei uma fotografia do "tempo do papel" da tal árvore de Assumar. Digitalizei-a e publiquei-a ontem na "Sombra...".

A fotografia já terá uns 7 anos e tenho muita curiosidade em saber se a árvore ainda existe em todo o seu esplendor; embora tivesse ficado com a ideia que era uma azinheira, olhando agora para a imagem parece-me um sobreiro.

Era o maior "chaparro" da estrada que costumava fazer (Portalegre, Assumar, Arroches, Elvas) e gostava muito de saber se ainda existe, sem ter sido podada. Um dia destes faço-me a essa estrada para matar saudades...

Bom fim-de-semana
De estreladosul a 7 de Abril de 2008 às 00:39
Amigos são como o vento:
às vezes perto, outras longe
mas eternos em nossos...
corações.

Uma optima semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

. Orquídeas

. Rosa do meu jardim

. Passeando por Lisboa

. Árvore

. Lisboa moderna

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!
Há procura de cortinas tipicamente alentejanas dei...
Ah e como Évora é bonita... como Portugal é bonito...
O Alentejo tem este condão, esta magia!Tem na pale...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds