Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

Construção circular de Barbacena

Na visita que fizémos a Barbacena, descobrimos esta construção circular, no interior de uma propriedade murada.

Foi difícil fazer esta fotografia porque a distância a que estava a construção era relativamente grande e havia que resolver o problema do muro e, sendo de manhã, da incidência dos raios solares.

É muito parecida com as choças que foram fotagrafafas por Orlando Ribeiro, perto de Nisa, e Raquel Soeiro de Brito em Cabeçudos, Marvão (Orlando Ribeiro, Geografia e Civilização. Temas Portugueses. Livros Horizonte). Os materiais de construção destas são: na primeira a terra; na segunda a pedra, com cobertura de giesta.

 

 

A de Barbacena apresenta gigantes exteriores, elementos fundamentais nas construções de adobe e que servem para contrariar a tendência para as paredes abaularem por efeito do peso da cobertura. Neste caso, a cobertura é, actualmente, de telha.

 

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 11:06
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
5 comentários:
De artesaoocioso a 29 de Novembro de 2007 às 00:15
Não conhecia construções deste tipo.
Devem ser um bocado antigas.
De Júlia a 29 de Novembro de 2007 às 10:32
Nalguns castros pré-históricos as casas tinham uma planta circular.
Como pode ver na 2ª foto, a de Raquel S. de Brito, na primeira metade do séc. XX ainda eram habitadas em Cabeçudos.
A de Barbacena deve ser muito antiga e terá sido recuperada para arrumos da actividade agrícola. Digo isto pelo tipo de construção. Há bastante tempo que não se utiliza o adobe como material de construção. O que terá de mais moderno é o telhado.
De A VER NAVIOS a 30 de Novembro de 2007 às 21:10
Qu fique bem claro que sou um tótó na matéria, as pelo que vejo na primeira e na última imagens, tenho de dizer que já vi algo muito parecido, no alto da serra da Lousa.
São o que creio se chama neveiras, ou algo assim. Não eram mais que locais onde nos séculos XVIII e XIX se armazenava gelo, que depois transportavam para a corte, para Lisboa.
Os edifícios em si são parecidos.
Peço desculpa, se isto for um grande calinada. Não faço sequer ideia se os que apresenta estão em locais de muita altitude.
J. Lopes
De Júlia a 1 de Dezembro de 2007 às 11:07
Caro amigo Lopes
A função destas construções pode ser variada. Como já disse em resposta a outro comentário, esta planta circular encontra-se nos castros pré-históricos.
Nas fotos do livro de Orlando Ribeiro, uma delas servia para abrigo e a outra, a segunda, era ainda habitada (deve ter sido tirada por volta dos anos 40 do século passado). Os moinhos de vento também seguem esta forma de construção.
As construções que refere, na serra da Lousã, não as conheço, mas é lógico que tenham sido feitas para essa função.
A que fotografei, em Barbacena, perto de Elvas, situa-se numa região relativamente plana e parece-me que serve para apoio à agricultura. O mais notável nesta são os gigantes exteriores, sinal de que é bastante antiga. O adobe já não é utilizado, normalmente, para a construção.
E, se faz, favor, não me fale em calinadas...
Cumprimentos
J. Galego
De A VER NAVIOS a 1 de Dezembro de 2007 às 13:43
Para melhor exemplificar o que digo, convido-o a ver a foto que hoje publiquei no meu blogue de fotografias.
Fico entretanto a aguardar o seu comentário.
Bom fim de semana,
J. Lopes

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Oliveiras

. Outono no rio

. Outono

. Bancos

. Oliveira

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

No mês de Novembro visitei o interior desta fortal...
Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds