Segunda-feira, 7 de Novembro de 2011

Choça

Choça na aldeia de Cabeçudos, concelho de Marvão.
(Foto no Flickr. Clicar para ver tamanho maior)
Será a mesma que foi fotografada por Raquel Soeiro de Brito e reproduzida no livro de Orlando Ribeiro Geografia e Civilização. Temas Portugueses. Livros Horizonte. A foto não está datada, mas suponho que terá sido tirada por volta dos anos 50 do século XX. A choça ainda era habitada. Actualmente, no espaço delimitado por muros, encontra-se uma casa relativamente recente.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:06
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
8 comentários:
De Joaquim Candeias a 7 de Novembro de 2011 às 20:23
À primeira vista parece tratar-se da mesma choça, até no pormenor da pedra onde a Sra. está sentada. Mas possivelmente devem ter mudado o muro porque está numa diagonal diferente da segunda foto.
Tem aqui bonitas fotos e eu já vai para uns dias que cá não vinha.
Obrigado pela visita e comentário no meu blogue.
Cumprimentos.
De Júlia a 8 de Novembro de 2011 às 13:42
O sítio de onde tirei a foto não é o mesmo. A Prof. Raquel Soeiro de Brito não devia existir um muro novo com um portão que, na altura em que lá fui, estava fechado.
Cumprimentos
De rafael carvalho a 7 de Novembro de 2011 às 21:46
Outra coisa que perdi em Marvão!...
Com uso atual, nunca presenciei no Norte do país nada semelhante. Esta construção de planta circular faz-me contudo lembrar as construções dos castros do nordeste peninsular.
Cumprimentos.
De Júlia a 8 de Novembro de 2011 às 13:47
É um bom motivo para voltar ao nordeste alentejano. Repare que só agora tive oportunidade de lá ir, apesar de saber da sua existência há bastante tempo.
Aliás devia gostar de ver também uma outra choça, meio desmantelada, onde se pode observar a estrutura da cobertura, coincidente com a descrição que é feita por Orlando Ribeiro.
Junto da escola (que já não funciona como tal) encontra-se uma réplica em tamanho reduzido de uma choça.
Chamei aldeia a Cabeçudos mas, na verdade, trata-se mais de um lugar, com poucas casas.
Cumprimentos
De Luiz a 8 de Novembro de 2011 às 08:45
Olhando com atenção para a alvenaria da choça, encontra-se uma tal coincidência na disposição das pedras, que muito dificilmente não seria a mesma choça. Não oferece qualquer dúvida.
Belo documento.
De Luiz a 8 de Novembro de 2011 às 08:58
Obs: Duvidei do emprego do termo "alvenaria" e fui verificar. Tratando-se de um aparelho de pedra seca (sem nenhum tipo de argamassa), deve chamar-se "alvenaria insossa".
De Júlia a 8 de Novembro de 2011 às 13:51
Algumas pedras exteriores estão um pouco desmanteladas, mas é notável a conservação da choça. Fiquei com a ideia de que o Município de Marvão tem interesse na sua preservação. No portal encontra-se referência a estas construções (bem como aos chafurdões) como património do concelho.
Cumprimentos
De Alice Alfazema a 8 de Novembro de 2011 às 22:00
É sempre bom passar por aqui e ver documentadas paisagens que me encantam.
Abraço

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Chuva

. Oliveiras

. Outono no rio

. Outono

. Bancos

. Oliveira

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

No mês de Novembro visitei o interior desta fortal...
Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds