Sábado, 11 de Dezembro de 2010

Chaminé dupla

 

Há pormenores que só a história das povoações consegue explicar. Um dos aspetos que mais se destaca em Campo Maior é a elevada densidade da construção urbana na parte mais antiga da vila. Durante muito tempo, até meados do século XIX, a função de praça forte de defesa da fronteira não permitia a expansão da vila para fora das muralhas da fortaleza, construídas depois da Restauração da Independência, em 1640. A necessidade de habitações, resultante do crescimento da população ia sendo resolvido com a construção em altura. Deste modo, são poucas as casas térreas, predominando as que possuem rés-do-chão e primeiro andar. Um outro aspeto interessante reside na profusão de portas. A maioria das fachadas possui duas portas, uma de acesso ao rés-do-chão e outra ao primeiro andar, as quais constituem habitações independentes. Por vezes a largura da casa é tão pequena que não dá espaço para qualquer outra abertura, como uma janela. É evidente que, num tempo em que as lareiras tinham uma função importante quer para aquecimento no inverno, quer para cozinhar as refeições durante todo o ano,  o acrescentar de mais um andar à casa implicava resolver o problema da chaminé. Neste caso, ficaram assim...

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:49
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
23
24
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

. Orquídeas

. Rosa do meu jardim

. Passeando por Lisboa

. Árvore

. Lisboa moderna

. Quiosques de Lisboa

. Flores

. Coreto da Póvoa de Varzim

. Douro 2

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!
Há procura de cortinas tipicamente alentejanas dei...
Ah e como Évora é bonita... como Portugal é bonito...
O Alentejo tem este condão, esta magia!Tem na pale...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds