Sábado, 27 de Novembro de 2010

Medronhos

 

Dependendo da orientação da pequena árvore, varia muito o estado de maturação dos medronhos. Curiosamente, os mais maduros encontram-se nos ramos mais altos, de certo modo inacessíveis. Embora aqui não se veja, também já se encontra em floração.

 

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:56
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
4 comentários:
De Luiz a 27 de Novembro de 2010 às 13:32
Embora seja ilegal, há uma abundante produção artesanal de aguardente de medronho, nas zonas onde este existe em abundância.
Embora as bebidas alcoólicas devam ser consumidas com moderação, ou até mesmo de todo evitadas, devo dizer que algumas destas aguardentes são verdadeiramente excepcionais.
O segredo está em deixar fermentar a massa durante o período de tempo adequado e não usar demasiado calor no processo de destilação, que deve ser o mais lento possível.

De Luiz a 27 de Novembro de 2010 às 13:34
(e usar apenas frutos bem maduros)
De Júlia a 27 de Novembro de 2010 às 18:00
Pelos vistos, conhece o processo de fabrico da aguardente de medronho. Nunca provei, aliás não gosto de aguardente...
Esta pequena árvore esta no jardim da vila e escapou milagrosamente à fúria arboricida quando foi feita a "requalificação" deste espaço. Havia outro mas não teve a mesma sorte. Há ainda mais um, maior, num espaço público. Não conheço por aqui nenhum que não tenha a função ornamental.
Bom fim de semana.
De Rafael Carvalho a 28 de Novembro de 2010 às 18:55
Possuo alguns medronheiros no meu jardim.
É curioso. Ainda pequenos quando os plantei, aparentemente tinham secado. No ano seguinte "ressuscitaram"!
A partir daí foi vê-los crescer...
Cumprimentos.

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Mercado mensal

. Olival

. Noite de Natal

. Medronheiro

. Chuva

. Oliveiras

. Outono no rio

. Outono

. Bancos

. Oliveira

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Nos últimos anos muito mudou no que respeita às ár...
Vivi em Campo Maior entre 1948 e 1954 (entre os 4 ...
No mês de Novembro visitei o interior desta fortal...
Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds