Quarta-feira, 23 de Junho de 2010

Ouguela. Roupa a secar

Este espectáculo não deixa de me encantar, por mais vezes que o observe: a roupa é lavada e posta a secar na rua.

É sinal de que as casas não têm espaços abertos, os quintais, para armar estendais destinados a secar a roupa. Também é um indício de que as relações de vizinhança são boas. Por estas ruas íngremes de uma aldeia quase despovoada, o movimento só pode ser muito reduzido.

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:12
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
8 comentários:
De João Renato a 23 de Junho de 2010 às 14:38
Júlia,
Adoro essas pequenas diferenças de vocabulário:
No Rio, usa-se "colocar a roupa na corda", e, em São Paulo, fala-se "pendurar a roupa no varal".
A palavra "estendal", eu nunca escutei aqui no Brasil.

Isso que se vê nos dois lados da rua são tanques de lavar roupa ?
JR.
De Júlia a 23 de Junho de 2010 às 19:35
Pois, eu também gosto muito de comparar o vocabulário daí com o de cá. Nós temos a vantagem de passarem na TV muitas novelas brasileiras e vamo-nos apercebendo das diferenças, tendo algumas já entrado na linguagem corrente.
Os tanques de lavar a roupa que se vêem junto às casas dos dois lados da rua, existiam em praticamente todas as casas, antes de se ter generalizado o uso da máquina de lavar. São construídos em cimento, sendo, por isso, muito pesados. Mais tarde apareceram outros, com a mesma forma, mas em plástico.
De Rosa Guerreiro Dias a 23 de Junho de 2010 às 22:05
É interessante de ver como usos e costumes Brasileiros têm muito de Português.
Aqui em Campo Maior Alentejo!
Pois no Brasil também existe um Campo Maior!
Aqui, como estava dizendo, quando eu era criança também se dizia estender a roupa no varal.
Por exemplo o Baixo Alentejo tem muito o jeito de se dizer quirido " ou quirida "!
Lá no Brasil também ouvimos com frequência essa expressão.
Tão longe, e tão perto!
A mesma língua, e com expressões tão idênticas.
Que apenas quer dizer?

Aquele abraço da amiga certa
Rosa
De Júlia a 24 de Junho de 2010 às 13:54
Há muitas cidades brasileiras que receberam o nome de outras portuguesas. Campo Maior é apenas uma delas. É só consultar um mapa, sobretudo da região Nordeste.
Abraço
De Zé de Melro a 24 de Junho de 2010 às 00:17
Estará Rondão Almeida a pensar mudar o feriado municipal de Elvas de 14 de Janeiro para o São Pedro?

Isto é gravíssimo, explico tudo no meu blog!
De João Renato a 24 de Junho de 2010 às 01:46
Uma ocasião, eu conheci um casal de portugueses, quando viajava pela Europa, e comentei que aqui, usamos muito o gerúndio; "ele está fazendo", "eu estou querendo", ao contrário daí; "ele está a fazer", "eu estou a querer", e ele me disse que no Brasil se falava como os de uma certa região de Portugal, cujo nome eu esqueci.
Vocês sabem que região é essa ?
De Júlia a 24 de Junho de 2010 às 13:52
É claro que sei: é a minha região, o Alentejo. Por aqui também se usa muito o gerúndio e, curiosamente, algumas expressões brasileiras que são estranhas, por exemplo, para um lisboeta, não o são para um alentejano. Suponho que conservámos alguns arcaísmos da língua portuguesa.
De Rafael Carvalho a 26 de Junho de 2010 às 09:48
Se há roupa a estender há vida..., aldeia cheia! E o que seria da aldeia sem pessoas, crianças a correr?!
Cumprimentos.

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

. Orquídeas

. Rosa do meu jardim

. Passeando por Lisboa

. Árvore

. Lisboa moderna

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!
Há procura de cortinas tipicamente alentejanas dei...
Ah e como Évora é bonita... como Portugal é bonito...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds