Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Semelhanças II

 

Publiquei há alguns dias dois posts sobre quartéis do século XVII em Estremoz e em Campo Maior (ver aqui e aqui). Através de um comentário, fui informada de que havia também umas estruturas semelhantes em Elvas, na Rua dos Quartéis. Não pude deixar de aproveitar a oportunidade de ter passado quase um dia inteiro na cidade para ir até à referida rua e  fotografar os quartéis. Aliás, não foi a primeira vez que por lá passei mas, noutras ocasiões, não estava desperta para observar este conjunto arquitectónico e não o relacionei com o que melhor conhecia, o de Campo Maior.

O conjunto que aqui fica testemunhado foi objecto de recuperação e parece estar ocupado por oficinas de artesanato. Na altura, um sábado à tarde, apenas uma carpintaria tinha a porta aberta. Não sei se as restantes estarão a funcionar.

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:57
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
7 comentários:
De Luiz a 2 de Novembro de 2009 às 12:06
Bom dia.

Fiz parte do serviço militar em Elvas. Calhou darem-me a especialidade de condutor. A instrução permitiu-me então conhecer boa parte da cidade, de que fiquei a gostar. Volto quando posso.

A cidade está literalmente cercada por construções de natureza militar. Mas só uma pequena parte (de que aqui apresenta um excelente exemplo) está aproveitada para fins que impliquem a sua conservação/reparação.

Claro que as burocracias (sem esquecer as limitações orçamentais) dificultam tudo, e o mais cómodo é deixar que o tempo faça o seu trabalho...
De Júlia a 2 de Novembro de 2009 às 18:08
Apesar de tudo, há muito património que pertencia ao exército que tem vindo a ser recuperado para outros fins, como, p. ex., a Escola Agrária. Por outro lado, como se procura o reconhecimento da fortaleza como património mundial pela UNESCO, tem havido um grande esforço no sentido de restaurar e preservar o conjunto que é verdadeiramente monumental, como sabe.
De Rosa Guerreiro Dias a 2 de Novembro de 2009 às 13:24
Estou deveras encantada, fico feliz, por este arranjo que levaram os quartéis de Elvas, pois se Campo Maior é a minha Vila, Elvas é a minha Cidade.
Nasci em Elvas na Maternidade Mariana Martins, apesar de ter voltado logo para C. M. onde meus pais residiam, como vê amiga tudo o que for bom em Elvas eu aplaudo.
Tenho esperança que dentro de pouco tempo a nossa Vila seja um orgulho para nós também em todos os sentidos.
Agradecida por este trabalho que a Julia faz em dar a conhecer o lado bom e o mau das coisas. beijinhos
De Júlia a 2 de Novembro de 2009 às 18:14
Elvas tem melhorado muito nos últimos tempos. Também gosto da cidade, visito-a de vez em quando, além de que tenho com ela uma relação especial porque lá trabalhei durante um ano, embora há muito tempo.
Quanto a Campo Maior, não vai ser em pouco tempo que as coisas podem melhorar. A degradação é muito grande e vai ser preciso um grande esforço para remediar anos e anos de abandono e de uma mentalidade pouco sensibilizada para as questões do património. Repare no contraste da sua casa com as que a rodeiam...
Bjs
De Rosa Guerreiro Dias a 2 de Novembro de 2009 às 20:05
É verdade amiga, é verdade, esta vontade de se mudar as coisas, tem que vir de dentro de cada um de nós. Sei que dirão; não haja dinheiro;
O que também é verdade;
Mas no querer, está a parte mais importante para que as coisas se alterem.
Hoje as pessoas preocupam-se mais, em fazer viagens, que custam rios de dinheiro, e outras coisas que lhe trazem mais prazer, onde vigora a lei do menor esforço. Restaurar casas? qual quê? perder tempo com isso? dizem quem cá ficar que se amanhe? eu quero é gozar a vida, passear, e não me privar de nada. Este pensamento, felizmente que não e regra geral, mas tem muitos adeptos, o egoismo, a vaidade, o desinteresse, a falta de gosto, leva muita gente a enverdar por este caminho. Os outros, aos quais eu pertenço, gostam de alindar, restaurar, preservar, e partilhar com outros o que têm. Viajar é bom; eu gosto, mas não está nas minhas prioridades, outros valores estão em mim, e aquilo que faço em todos os campos, são o reflexo do meu viver que com alegria vou partilhando com os outros. Quanto a mim também é factor importante a desmotivação em que muita gente vive, como mudar isto? bem; talvez haver incentivos a nivel das Camaras, como por exemplo ajudas de custos, aconselhamento por profissionais a manter as caracteristicas dos lugares. Mais rigor e penalização quanto ás infracções. Talvez por este caminho, o brio volte a ocupar o seu lugar, e abundem muita casas como a minha, que pela beleza natural dêm aso a que quando se passa os olhos brilhem e as bocas digam , que lindo.
Aquele abraço da amiga
Rosa
De Rui Jesuino a 2 de Novembro de 2009 às 13:43
Muito obrigado pela visita à minha cidade! São efectivamente estes os quartéis de que lhe falava. São exemplares construídos entre 1655 e 1656 no âmbito da Guerra da Restauração. Mas para além destes, muitos mais há e houve em Elvas. Junto ao Castelo havia uma série de quartéis muito parecidos a estes mas que foram demolidos há aproximadamente cem anos.
Convido-a ainda a visitar os Quartéis do Casarão (séc. XVIII), por detrás do Convento de São Domingos, onde funciona o Museu Militar de Elvas e os Quartéis da Corujeira (séc. XVII). Todos eles estão incluídos na candidatura a Património da Humanidade da maior praça fortificada terrestre de todo o mundo!
De Júlia a 2 de Novembro de 2009 às 18:04
Não tem de agradecer porque é sempre um prazer visitar Elvas, onde vou com certa frequência.
Já visitei os Quartéis do Casarão quando lá foi apresentado o livro de uma pessoa amiga. O Museu ainda não estava completo, mas pude admirar aquelas enormes construções e a parada. No que respeita aos Quartéis da Corujeira, já os fotografei há mais de um ano e fiz um post que pode ser visto em http://entretejodiana.blogs.sapo.pt/77980.html
Estes últimos, estavam, na altura em muito mau estado de conservação.
Agradeço a sua visita e comentário.

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

. Orquídeas

. Rosa do meu jardim

. Passeando por Lisboa

. Árvore

. Lisboa moderna

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!
Há procura de cortinas tipicamente alentejanas dei...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds