Quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Monte alentejano

"A designação de monte cobre, no Alentejo, desde as casas isoladas de foros e courelas, correspondentes afinal aos casais da região atlântica, até aos mais complexos assentos de lavoura, com moradas de ganhões e trabalhadores permanentes, abrigos de carros ou tractores, queijarias, residência do lavrador ou do feitor, às vezes de andar, e até capela, hoje desafectada mas expressão, no campo espiritual, de uma independência que a lavoura sustentou. Os maiores correspondem, pela população, a lugares do Norte, outros deram origem, como o nome indica, a verdadeiras aldeias, com centenas de habitantes."

Orlando Ribeiro (1986). Portugal, o Mediterrâneo e o Atlântico. 4ª edição. Lisboa: Livraria Sá da Costa. pp. 94-95.

.

Actualmente, muitos montes encontram-se abandonados, alguns num avançado estado de ruína. Longe vão os tempos em que os proprietários e agricultores se deslocavam periodicamente com a família e o seu séquito de criados e criadas para passar temporadas nos montes. Agora são poucos os que o fazem. 

Eram o local de veraneio, fugindo das autênticas ilhas de calor que são as vilas e cidades, numa altura em que as viagens eram difíceis e demoradas. No Inverno, era ali que se fazia a matança do porco e se preparavam os enchidos que haviam de durar o ano inteiro.

 

A entrada de um monte

 

Vista das traseiras, distinguindo-se claramente o campanário da capela e as modestas casas dos trabalhadores, em contraste com a forma acastelada da casa principal. Um pormenor interessante é o galarim que remata a casa, ponto de acesso ao terraço e de observação dos domínios dos seus proprietários.

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:41
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
7 comentários:
De Rafael Carvalho a 1 de Julho de 2009 às 21:07
Também as antigas quintas do Douro possuem capela, um símbolo efectivo de independência...
Cumprimentos.
De Júlia a 2 de Julho de 2009 às 08:19
Este monte é um caso que me parece original, do ponto de vista da arquitectura. É o único que conheço em que a casa é uma torre.
Cumprimentos
De daplanicie a 1 de Julho de 2009 às 22:51
Há que tempos que não me perdia por estes caminhos do alentejo e já tinha saudades!
Beijinhos
De Júlia a 2 de Julho de 2009 às 08:20
Gostei muito da visita. Passo frequentemente por essa "planície", mas sem deixar rasto.
Beijinhos
De Dina a 2 de Julho de 2009 às 00:30
Este monte faz-me lembrar de um que fica na estrada que liga Portalegre a Arronches...
De Júlia a 2 de Julho de 2009 às 08:20
Este fica bem resguardado, longe das estradas principais e no concelho de Campo Maior.
De RJ a 20 de Julho de 2009 às 23:08
Julgo ser uma atalaia medieval ou seiscentista aproveitada para habitação. Muito interessante!

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Oliveiras

. Outono no rio

. Outono

. Bancos

. Oliveira

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

No mês de Novembro visitei o interior desta fortal...
Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds