Terça-feira, 24 de Março de 2009

Safira

Todas as vezes que passávamos pela estrada, entre Montemor-o-Novo e Vendas Novas, a placa com o nome da terra, Safira, não deixava de nos atrair e foi ficando adiada durante anos e anos a intenção de a visitar.

No ano passado fiquei a saber que a aldeia de Safira estava abandonada (ver aqui), mas curiosidade levou-me a tentar visitá-la e ver, pelo menos, as suas ruínas.

A seguir a Vendas Novas, percorremos uma estrada estreita, sinuosa e em mau estado, por entre campos cultivados, rebanhos de ovelhas e montados de sobro. Quando finalmente chegámos à aldeia, o que se viu foram algumas casas em ruínas e, no cimo de uma elevação, o que resta de uma igreja de dimensão apreciável. Todo o terreno em volta da antiga aldeia está vedado, existindo uma pequena cancela que dá acesso ao centro. No entanto, às barreiras que o proprietário da terra colocou, vieram juntar-se as silva que se desenvolveram exuberantemente, tornando a visita às ruínas uma tarefa pouco praticável.

 

A torre da igreja domina a paisagem e vêem-se algumas das casas em ruínas que confrontam com a entrada do templo.

 

 

Esta casa encontra-se junto à estrada. No lado esquerdo, entre a vegetação e as paredes da casa, está a cancela que, teoricamente, daria acesso à aldeia.

 

A chaminé da casa anterior, com um belo trabalho na grelha de abertura de saída do fumo.

 

concelhos e outros temas:
publicado por Júlia às 08:24
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
5 comentários:
De Luiz a 24 de Março de 2009 às 14:53
É, desde que não haja condições para se viver num local, as pessoas mudam-se para outro. O pior é quando não há condições em nenhum local.

Na aldeia onde vivo, restam uns quantos reformados, mais uns poucos a caminho disso. Quanto à população mais jovem, recentemente ficou quase toda sem trabalho.

E, como estas coisdas nem sempre acontecem só aos outros, também eu estou em vias de ficar nessa situação (com a agravante de que não sou propriamente jovem).

Safira tinha nome de pedra preciosa...

Cumpmts
De Sofia Almeida a 8 de Março de 2012 às 16:46
Pois, tem toda a razão. Portanto é precio criar condições para que as pessoas se possam fixar. Eu gostava que me falasse mais da aldeia de Safira.
Também acho um desperdício de potencial estas relíquias, e aquela gente, particularmente os mais idosos abandonados à sua sorte.

A aldeia e as terras circundantes têm donos?

Cumprimentos

Sofia Almeida
De Júlia a 9 de Março de 2012 às 14:50
Sofia,
Só conheci Safira nesta ocasião. Suponho que a aldeia estará dentro de uma propriedade, atendendo às vedações que ali se podem observar. Não sei mais nada sobre a história desta antiga aldeia.
Se consultar o blogue cuja ligação tenho no texto, poderá eventualmente encontrar mais informação sobre esta e outras aldeias do concelho de Montemor-o-Novo.
Cumprimentos
De Sofia Almeida a 9 de Março de 2012 às 15:05
Obrigada Júlia

Assim farei...

Um abraço


Sofia Almeida
De ana vasconcelos a 4 de Novembro de 2013 às 16:11
Boa tarde Sofia.
Chegou a saber se Safira é propriedade de alguém?

se me puder responder, agradeço.
obrigada

Comentar post

.mais sobre mim

O Entre Tejo e Odiana foi distinguido com o prémio Zé de Mello '09, na categoria Blogosfera Regional. . Agradeço a todos os que votaram. . http://josedemello.blogspot.com/

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Onde estou


Ver mapa maior

.pesquisar

 

.posts recentes

. Jardim de papel 4

. Jardim de papel 3

. Jardim de papel 2

. Jardim de papel 1

. Animais

. Chaminé em Campo Maior

. Monumento a Eça de Queiro...

. Pelourinho da Póvoa de Va...

. Mar

. Oliveira

. Orquídeas

. Rosa do meu jardim

. Passeando por Lisboa

. Árvore

. Lisboa moderna

.arquivos

.concelhos e outros temas

. abrantes

. alandroal

. alcochete

. alcoutim

. aldrabas

. alentejo

. alter do chão

. ambiente

. animais

. arraiolos

. arronches

. artesanato

. árvores

. avis

. beiras

. beja

. borba

. caia

. campo maior

. castelo de vide

. castro verde

. coretos

. crato

. culturas

. educação

. elvas

. ericeira

. estremadura

. estremoz

. eventos

. évora

. festas do povo 2011

. festas do povo 2015

. flores

. fontes

. fronteira

. gavião

. igrejas

. jardim

. lisboa

. marvão

. mértola

. monforte

. montemor-o-novo

. montijo

. mora

. moura

. mourão

. música

. nisa

. olivença

. paisagens

. pelourinhos

. pessoal

. plantas

. ponte de sor

. portalegre

. portel

. porto

. postdoano

. póvoa de varzim

. redondo

. reguengos de monsaraz

. rios

. serpa

. setúbal

. sousel

. trás-os-montes

. viana do alentejo

. vidigueira

. vila viçosa

. todas as tags

.favoritos

. Revisitando Serpa - ruas ...

. Choça

. Aldeia de Sande

. Ribeira de Seda, Pisão

. Entre Tejo e Odiana

. Igreja de Santo Aleixo

. Pôr-do-sol sobre a albufe...

. O nascer do Sol no Alente...

.ligações

Estou no Blog.com.pt

.últ. comentários

Jardins com arte e muito trabalho. As fotos mostra...
Lindas as imagens deste blog
Muito bonito, uma árvore num meio urbano...
Que beleza :)
Por acaso esta arvore de flores amarelas dem choro...
Ola,eu tenho essa fruta plantada,o pé esta carrega...
Olá, parabéns pelos artigos! Conte conosco para di...
Parabéns pelo seu bom gosto!
Há procura de cortinas tipicamente alentejanas dei...

.mais comentados

20 comentários
17 comentários
15 comentários
14 comentários
14 comentários
14 comentários
12 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds